Assistência técnica celular.Existem dois tipos de assistência técnica de celular:  autorizadas e as especializadas. No primeiro caso você irá utilizar quando seu celular estiver dentro da garantia; no segundo caso, quando essa garantia estiver terminada.

Você irá precisar de uma assistência técnica celular em qualquer situação onde o aparelho de celular passe a ter seu funcionamento fora de seu padrão habitual.

A Akiratek é uma assistência técnica especializada e pode ajudar a resolver o problema do seu aparelho smartphone

até no mesmo dia dependendo do tipo de problema. Lei a em Nosso blog tudo sobre assistência técnica para celular.

Bom, vamos encarar que, se você precisa desoxidar iPhone, eu posso supor que algo bem desagradável aconteceu ao seu smartphone, certo? E por falar em desagradável eu quero dizer deixar o celular cair em algum lugar extremamente molhado, como uma poça de água, na pia ou (fico até arrepiado…) na privada.

Pois é. Não é o ideal, mas sabemos que isso acontece. Por vezes estamos distraídos, com as mãos escorregadias, e quando menos percebemos, lá se vai o celular.

Saiba como desoxidar celular iPhone

E, se você tem um iPhone, a dor deve ser um pouco maior, pois sabemos como estes aparelhos são caros. Está bem, aconteceu, não tem como voltar no tempo (que seria o ideal), então o jeito é enfrenta as consequências. Mas vamos entender primeiro os males da corrosão por oxidação, e depois, aprenderemos como desoxidar iPhoneE, se nada der certo, vamos dar a indicação que você precisava: uma assistência técnica pronta para atender qualquer problema que o seu celular possa vir a ter.

Como a corrosão por oxidação pode acabar com seu iPhone (e outros aparelhos)

Seja quando cai na piscina, na banheira, ou quando pega aquela chuva indesejada.  Oxidação é grande inimiga de todos os aparelhos eletrônicos.

Imagine o seguinte cenário: Você está lavando a louça, ouvindo música no seu iPhone, quando, de repente, o impensável acontece – o telefone que estava em segurança aninhado no bolso da camisa cai em uma pia e está cheio de água com sabão e louça suja. 

Você consegue recuperar freneticamente seu precioso telefone de seu túmulo de água, secá-lo e descobrir que de alguma forma ainda está funcionando! É um milagre! 

Tudo está bem no mundo dos possíveis danos causados ​​pela água … até dois dias depois, quando, sem motivo aparente, o seu iPhone agora não funciona. Seu milagre se transformou em um pesadelo. 

Danos causados ​​pela água: 1. Você: 0  

É isso. Mesmo que não dê problemas na hora, um celular que entrou em contato com grandes quantidades de água corre o risco d perder suas funções, graças à corrosão por oxidação.

Por que isso acontece?

Existem algumas razões pelas quais aparelhos eletrônicos e água simplesmente não se misturam. 

Uma delas é a causa oculta e mais enigmática dos danos provocados pela água: a corrosão por oxidação. 

Corrosão é a quebra gradual do material, geralmente metal, por uma reação química com o ambiente. 

A forma mais comum de corrosão ocorre quando você combina metal com água e oxigênio, criando óxido de ferro (que é mais comumente conhecido como ferrugem – aliás, por isso chamamos oxidação). 

Não há um período de tempo específico em que a deterioração aconteça. Um dispositivo pode começar a corroer algumas horas após o incidente inicial de dano por água, ou pode durar dias sem ser afetado antes de mostrar qualquer sinal de que há um problema. 

A rapidez com que o dano se estabelece depende dos níveis de umidade, da gravidade dos danos causados ​​pela água, do tempo de submersão do dispositivo e até mesmo de como o dispositivo é fabricado.  Todos esses fatores afetam significativamente o período de tempo em consideração para um dispositivo danificado pela água

Existem três tipos de componentes internos principais que podem ser danificados:

  • Capacitores;
  • Resistores;
  • Circuitos integrados.

Incluindo aí o chip de memória. Eles são todos montados na placa de circuito impresso  dentro do telefone.  Existem centenas desses componentes – alguns tão pequenos que não podem ser vistos a olho nu.  Por exemplo, existem 760 capacitores em um iPhone 6 e cada um deles está sujeito a falhas, afetando a operação do dispositivo.  Existem também milhares de conexões de solda que podem e serão afetadas pela corrosão. 

O processo de verificação de cada conexão é complexo, mas importante, a fim de aprender a magnitude do problema e também identificar quais partes precisam ser manipuladas na assistência técnica.

Mas é possível tomar medidas de emergência para tentar desoxidar Iphone dentro de sua própria casa. Vamos ver isto agora.

Como desoxidar iPhone

A velocidade é a essência aqui. Mesmo apenas alguns dias faz grande diferença no resultado final. 

Cada história é diferente e não existe uma fórmula prescrita para o avanço da corrosão em um dispositivo. 

É difícil estimar a rapidez com que os componentes de um telefone se quebram, mas quanto mais rápido você agir, maiores serão as chances de uma boa recuperação.

Se você é capaz de remover a bateria do seu telefone danificado pela água, essa é a primeira coisa que você deve fazer. 

Uma carga elétrica da bateria pode causar corrosão mais rápida da memória do telefone, circuitos de dados e outros componentes. 

Nunca tente carregar um telefone danificado pela água. A introdução de uma carga eletrônica no dispositivo quando ele está úmido pode realmente acelerar o processo de corrosão e piorar a situação.

Aqui podemos citar algumas coisas que você não deve fazer:

  • Não espere ele secar sozinho;
  • Não use secador de cabelo no celular, pois o ar quente pode prejudicar os frágeis componentes eletrônicos;
  • Não adianta colocar o celular no arroz. Apenas a umidade externa será absorvida, e não a interna. Sem dizer que a sujeira que existe naturalmente no arroz pode entrar no celular e causar tantos danos quanto a oxidação.

Então, o que fazer para desoxidar iPhone de uma maneira prática e, de preferência, rápida? Bom, vamos lá.

  • Sempre remova as baterias ou conectores de energia primeiro. Isso não só evita danos a você, mas também evita curto-circuito no dispositivo. Ao fazer isso, você também estará expondo conectores extras que já podem estar corroídos, por isso, tenha cuidado;
  • Procure por qualquer área branca ou verde no dispositivo, especialmente nos conectores da bateria, portas de carregamento, conectores do cartão SIM ou quaisquer outros conectores de metal principais no dispositivo;
  • Use cotonetes e uma solução de limpeza, como álcool isopropílico, bicarbonato de sódio e água, para limpá-lo. Aplique suavemente a solução na área afetada e limpe para frente e para trás até que a oxidação seja removida. Se necessário, deixe um pouco da solução na área corroída e limpe-a depois;
  • Seque o seu dispositivo com um pano macio ou um secador de cabelo em um ambiente fresco, não use calor para secar o seu dispositivo;
  • Certifique-se de que seu dispositivo esteja extremamente seco antes de tentar trocar a bateria e ligar o dispositivo. Qualquer água deixada no dispositivo pode causar danos adicionais.

Bom, mas se nada disso funcionar, o ideal é levar para uma assistência técnica de confiança, e sabe qual? Continue lendo…

 

Akiratek: o melhor lugar para desoxidar iPhone

Se você derrubou seu celular na água, então a melhor solução é desoxidar iPhone em uma assistência técnica altamente qualificada como a  AKIRATEK. 

Com para conseguir desoxidar iPhone com perfeição, vai ser necessário que ele passe por um banho químico.

Banho químico consiste da limpeza das placas através de uma banheira ultrassônica, fazendo assim que a ferrugem e o zinabre se descolem do aparelho.

E a AKIRATEK, com 40 anos de experiência em eletroeletrônicos, com dezenas de milhares de clientes no Rio Grande do Sul e em todo país, realiza este procedimento com perfeição.

E não apenas isso, mas também outros serviços como:

  • Reparos em placa lógica;
  • Aparelhos que não ligam mais;
  • Troca de carcaça;
  • Câmera não funciona;
  • Problemas com áudio, wi-fi ou LCD.
  • Aparelho travando;
  • Formatações;
  • Reinstalações.

E muito mais. Então, se precisar desoxidar iPhone ou celular de qualquer outra arca, vá na AKIRATEKE em seguida vamos mostrar onde você pode encontrar as lojas da AKIRATEK. 

 

Desoxidar iPhone: Onde encontrar AKIRATEK em Porto Alegre

  • No Carrefour do Partenon, na Rua Albion, 111;
  • No Carrefour Passo d’Areia, na Avenida Plínio Brasil Milano, 2343.

 

Desoxidar iPhone: Onde encontrar AKIRATEK em Canoas

  • Loja CNS – Carrefour Canoas: Rua Mathias Velho, nº 555, bairro Mathias Velho.

Desoxidar iPhone: Onde encontrar AKIRATEK em Gravataí

  • Loja GRV – Carrefour Gravataí: Avenida Dorival Cândido Luz de Oliveira, nº 165, Bairro Cohab. 

 

Desoxidar iPhone: Onde encontrar AKIRATEK em Caxias do Sul

Loja CXS – Carrefour Caxias do Sul: Rodovia RS 122 km, 12.5 km, lt2, Qd 2401, bairro Distrito Industrial.

Desoxidar iPhone: Onde encontrar AKIRATEK em Santa Maria

  • Loja SMA – Carrefour Santa Maria: Avenida Rio Branco, nº 732, Centro.

 

 E mesmo se você não estiver no Rio Grande do Sul, não perca tempo! É só entrar no site da AKIRATEK e fazer um orçamento grátis.

Imagine que você precise entrar na internet por algum motivo, e rápido. Seu pacote de dados expirou, e você descobre que o seu WiFi. O que fazer?

 

Um dos grandes benefícios de estar vivo no século XXI é aproveitar tudo que ele pode nos oferecer.

Com relação à música, podemos char nosso artista preferido em plataforma de streaming, ao invés de ficar vasculhando todas as lojas de CD da cidade.

Podemos ter programação de vídeos On Demand, logo não precisamos ficar na frente da TV esperando aquele filme que gostamos passar, e nem aguentar os blocos de comerciais.

E com os smartphones, a revolução é ainda mais completa. Podemos fazer uma infinidade de coisas, além de entrar na Internet.

E, nas grandes cidades, não é difícil encontrar pontos d e WiFi, ou seja, nem de pacotes de dados precisamos. Mas e quando o WiFi não conecta?

É isto que trataremos neste artigo. E mais, ao final, você ficará sabendo da assistência técnica definitiva, aquela que vai conserta qualquer problema que o seu celular pode vir a ter, inclusive, quando WiFi não conecta.

Então leia com atenção e vá até o final, e aprenda quais são as causas por quais isso acontece e o que fazer para se manter sempre conectado.

Wifi não conecta: Problemas mais comuns

Hoje, os smartphones são parte integrante de nossas vidas diárias, e tão importante quanto isso é a conectividade WiFi. 

O desempenho do WiFi varia entre telefones celulares de marcas diferentes, pois as diferenças de implementação podem afetar a velocidade, o alcance do sinal e a latência. 

Com novos aplicativos de realidade aumentada, jogos em tempo real e maior uso de smartphones como pontos de acesso móveis, é sempre importante fazer o teste de desempenho de WiFi.

Então vamos entender alguns problemas que podem estar acontecendo quando seu WiFi não conecta.

Leia também: Como escolher celular ideal

Wifi não conecta: recepção fraca de sinal

Às vezes, dois telefones de fabricantes diferentes podem estar no mesmo local, um ao lado do outro, mas mostram diferentes pontos fortes de sinal. 

O usuário que está segurando o telefone mostrando um sinal mais fraco irá reclamar que o telefone está com uma recepção de sinal ruim. 

Isso está relacionado ao desempenho do receptor WiFi dentro do telefone. Quando o componente WiFi é conectado ao roteador, o receptor mede os pacotes de dados transmitidos e usa essas medidas para calcular o valor do RSSI (indicador de intensidade do sinal recebido). 

A intensidade do sinal é então indicada através do sistema operacional com base no valor RSSI. Em circunstâncias normais, quanto mais próximo o telefone móvel estiver do roteador, maior será o valor do RSSI (ou mais forte será o sinal do WiFi).

Por outro lado, quanto mais longe o telefone estiver do roteador, menor será o valor do RSSI e, portanto, mais fraco será o sinal do Wi-Fi. 

A velocidade da Internet também pode ser baixa, apesar da indicação de um forte sinal WiFi (mais de uma “barra”) no telefone do usuário. 

Às vezes, há uma desconexão virtual. Isso tem um sério impacto na experiência do usuário. 

Se o telefone indicar que há um sinal, significa que o receptor está funcionando. 

O problema aqui é com o nível de energia do transmissor dentro do telefone. 

O nível de potência do transmissor é crítico para o desempenho do smartphone. 

Se a energia de transmissão estiver muito alta, a bateria do telefone consumirá muito rapidamente e, portanto, exigirá que o usuário carregue o telefone com mais frequência. 

Se a potência de transmissão estiver muito baixa, os sinais de ligação ascendente não poderão alcançar a antena receptora do roteador após a atenuação do caminho. Na prática, isso limitará a área de trabalho do celular. 

Leia também:  Conserto de celular

Wifi não conecta: Velocidade de internet baixa

WiFi é uma tecnologia de rede local sem fio (LAN) com área de cobertura muito menor do que a da rede celular. 

Os locais dos dispositivos geralmente são bastante fixos. Assim, a seleção de frequência e a ortogonalidade espacial do WiFi no canal sem fio são mais fáceis de manusear em comparação com as redes celulares. 

Dessa forma, os designers de produtos WiFi podem fazer melhor uso das tecnologias de alta largura de banda e antenas para aumentar significativamente a velocidade da Internet. 

No entanto, se esses novos recursos forem negligenciados durante o teste de produção, é possível que a velocidade da Internet permaneça baixa no uso real. 

Leia também: Onde encontrar loja de conserto de celular

WiFi não conecta: Alta latência

Com certos aplicativos quentes da Internet, como jogos on-line, o tempo de resposta da Internet é crítico devido à natureza interativa e em tempo real desses aplicativos.

 Quanto menor a latência, melhor a experiência de jogo; Às vezes, a alta latência pode até tornar os jogos não jogáveis. 

Portanto, a latência é um indicador-chave nas avaliações do desempenho da Internet em telefones celulares. Existem muitos fatores que podem causar latência.

Ela deve-se principalmente à baixa qualidade do sinal do telefone móvel ou a várias retransmissões causadas pela interferência de outros dispositivos Wi-Fi. 

O baixo desempenho do transmissor de telefone também pode levar a um aumento nas retransmissões de downlink.

Leia também: Como limpar a memória do seu celular?

WiFi não conecta: o que fazer?

Verifique suas configurações

Certifique-se de que não desligou acidentalmente o seu WiFi. Vá para Configurações (ou deslize para cima para acessar seu Centro de Controle em um iPhone) e verifique se o WiFi está ativado e se o Modo Avião está desativado.  Com o modo avião ligado, o WiFi não conecta

Deslique e ligue de novo

Uma regra de ouro para a solução de problemas da tecnologia é “desligue e ligue novamente”, também conhecida como “reinicialização”. 

Na maioria das vezes, isso resolverá qualquer problema que você esteja enfrentando. Se o seu WiFi não conecta no celular, desligue-o e ligue-o novamente. 

Se isso não funcionar, tente uma reinicialização suave, que não afeta os dados que você possui no telefone, mas apenas reinicia o sistema. 

Se você estiver em casa e tiver problemas de conectividade Wi-Fi com todos os seus dispositivos, tente reiniciar o roteador, modem ou gateway.

Leia também: Como tirar a mancha do celular

Esqueça sua rede

Se estiver com problemas para conectar-se a uma rede específica, entre nas configurações de WiFi e escolha “Esquecer esta rede”. Em seguida, volte e selecione a rede à qual deseja se conectar novamente (será necessário redigitar a senha da rede).

Atualize o Sistema Operacional

Ocasionalmente, bugs de software entram no sistema operacional de um telefone, afetando vários usuários e solicitando que o fabricante envie uma atualização para corrigir o problema. 

Verifique se o telefone está sendo executado no sistema operacional mais recente, navegando até o campo Atualização de software e verifique se você precisa atualizar.

Redefinir suas configurações

Verifique se algo não deu errado com seu Wi-Fi, redefinindo as configurações de rede. 

Vá para Configurações – Geral – Redefinir – Redefinir configurações de rede. 

Isso redefine todas as suas redes Wi-Fi salvas e apaga todas as senhas. Portanto, verifique se o nome e a senha da sua rede estão à mão antes de fazer isso.

Desativar serviços de localização

Os serviços de localização em seu telefone usam redes Wi-Fi para melhorar a precisão. 

É possível que isso esteja causando problemas de conectividade. Desative-o para ver se resolve o seu problema. 

Na maioria dos casos, esses truques fornecem a conexão que você precisa. Se essas soluções não ajudarem, leve seu telefone a uma assistência técnica. Mas não leve me qualquer uma. Leve na melhor.

Akiratek: a melhor assistência técnica para quando WiFi não conecta

 E não apenas isso! Na AKIRATEK você vai ter acesso a um amplo escopo de serviços. Desde aplicação de películas até recuperação de celulares molhados.  Configurações, trocas de tela, celulares que não ligam e muito mais.

Afinal de contas, só quem está há 40 anos no mercado pode oferecer o melhor serviço, com mais qualidade e por preço justo.

Com uma equipe de técnicos extremamente competente, a AKIRATEK, trabalha apenas com peças pré testadas, oferece garantia e ainda tem o tempo de reparo mais rápido do mercado, para que você não fique sem o seu aparelho.

Então não tenha dúvida e conheça hoje mesmo uma das lojas da AKIRATEK.

WiFi não conecta: Onde encontrar loja de conserto de celular em Porto Alegre
  • No Carrefour do Partenon, na Rua Albion, 111;
  • No Carrefour Passo d’Areia, na Avenida Plínio Brasil Milano, 2343.
WiFi não conecta: Onde encontrar loja de conserto de celular em Canoas
  • Loja CNS – Carrefour Canoas: Rua Mathias Velho, nº 555, bairro Mathias Velho.
WiFi não conecta: Onde encontrar loja de conserto de celular em Gravataí
  • Loja GRV – Carrefour Gravataí: Avenida Dorival Cândido Luz de Oliveira, nº 165, Bairro Cohab. 

 

WiFi não conecta: Onde encontrar loja de conserto de celular em Caxias do Sul

Loja CXS – Carrefour Caxias do Sul: Rodovia RS 122 km, 12.5 km, lt2, Qd 2401, bairro Distrito Industrial.

WiFi não conecta: Onde encontrar loja de conserto de celular em Santa Maria
  • Loja SMA – Carrefour Santa Maria: Avenida Rio Branco, nº 732, Centro.

E mesmo quando o Wifi não conecta, ou se tiver qualquer outro problema e não estiver no estado do Rio Grande do Sul, é só entrar no site da AKIRATEK e fazer um orçamento grátis. Não perca tempo!

Quando temos um smartphone, queremos que ele atenda nossas expectativas, certo? 

Afinal de contas, fazemos por vezes um investimento considerável para nele. 

E quando falamos em expectativas, não queremos dizer apenas que queremos uma boa câmera, mais as funcionalidades que nos forma prometidas, mas também que ele seja responsivo.

O problema do celular lento é extremamente comum, e nós vamos abordar aqui neste artigo não apenas as causas, mas algumas providências que você pode tomar para evitar que ele continue como uma “carroça”.

E mais, no final do artigo, daremos a dica definitiva em termos de assistência técnica. Continue lendo até o final para saber.

Então, primeiramente vamos abordar o que leva a chegarmos em uma situação de celular lento e o que podemos fazer com relação à isso.

Leia também: O que fazer se o celular não carrega

Celular Lento: Por que ele fica assim e o que podemos fazer?

Por que ficamos com celular lento? Essa é uma das perguntas mais comuns sobre smartphones. 

Parece que nossos telefones quase inevitavelmente se transformam de ágeis em lentos, sem qualquer razão óbvia.

Existem várias causas possíveis para a velocidade do seu smartphone diminuir com a idade. 

Felizmente, vários deles são corrigíveis ou evitáveis com o conhecimento certo. Aqui estão algumas causas e o que você pode fazer.

Celular lento – Aplicativos em segundo plano

Você provavelmente já ouviu isso antes, mas muitos aplicativos em execução em segundo plano são uma das principais causas para celular lento. 

Todos nós acumulamos aplicativos ao longo do tempo e provavelmente esquecemos de excluir os muitos que raramente ou nunca usamos.

Muitos desses aplicativos requerem recursos em segundo plano, atualizando seus dados, conectando-se à rede ou monitorando alguma parte do sistema em segundo plano para saber quando é necessário.

Os telefones possuem recursos limitados (RAM, CPU e similares), que precisam ser divididos entre todas as tarefas em segundo plano e de alta prioridade. 

Portanto, muitas coisas em execução em segundo plano podem tornar o celular lento quando se trata de um aplicativo mais exigente, como jogos. 

O Android, por exemplo, é muito bom em gerenciar recursos, mas não pode fazer milagres em um sistema completamente atolado. 

A remoção de aplicativos antigos e não utilizada é uma prática de manutenção importante e muito simples. 

Felizmente, as versões dos sistemas operacionais mais comuns, como Android e iOS tornam isso mais fácil do que nunca, oferecendo ferramentas de limpeza de armazenamento que podem excluir automaticamente aplicativos que você não usa há muito tempo.

Leia também: Onde comprar capa de celular

Celular lento – Armazenamento esgotado e fragmentação

As velocidades de gravação das unidades flash NAND (memória de armazenamento interno) diminuem à medida que você as enche, e pode ser por isso que o telefone fica lento quando a memória começa a encher.

 Isso pode resultar em uma lista de aplicativos, anos de fotos e vídeos não excluídos e arquivos de cache de aplicativos que, de tão acumulados, ficam fora de controle.

Felizmente, os sistemas operacionais costumam exibir uma notificação assim que você ficar sem memória, apresentando opções para limpar arquivos de mídia e aplicativos não utilizados. 

É melhor acompanhar a situação antes que isso ocorra, removendo arquivos manualmente ou usando o limpador de armazenamento interno do telefone.

Mesmo se você não encontrar uma dessas notificações de “liberar espaço”, a memória desordenada da idade e os aplicativos excluídos antigos ainda podem tornar o sistema lento. 

Isso é conhecido como fragmentação. A fragmentação também ocorre devido a áreas de memória com falha que resultam da idade e do uso e se aproximam do limite do ciclo de leitura e gravação da unidade, resultando em setores com falha que não podem mais ser acessados.

A memória flash e os SSDs não possuem partes móveis, como discos rígidos mais antigos, de modo que problemas de desempenho de leitura aleatória não são um problema, mas pode haver maior latência na recuperação de dados de vários blocos desorganizados. 

Manter o controle de arquivos fragmentados em uma unidade muito grande pode aumentar o tempo de digitalização e há uma penalidade de desempenho notável na gravação de dados em armazenamento flash fragmentado, pois a localização de espaços livres disponíveis é um problema.

À medida que a memória se enche, fica cada vez mais difícil mover e salvar novos arquivos e aplicativos devido à falta de espaço livre. 

Se sua memória estiver cheia e, desta forma, o celular lento, uma redefinição de fábrica para limpá-la (depois de salvar seus dados em outro lugar, é claro) deve resolver o problema, a menos que a unidade flash seja muito antiga.

Também é melhor salvar fotos, músicas, filmes e outros arquivos que são alterados regularmente para um cartão microSD, em vez de memória flash, pois os cartões microSD podem ser substituídos após o envelhecimento. 

O armazenamento em nuvem é outra boa opção para arquivos grandes, como músicas, vídeos etc.

 

Celular lento – Idade da bateria

As baterias também envelhecem – é um dos maiores problemas dos smartphones. 

Após dois ou talvez três anos de uso, a capacidade da bateria diminui e nossos dispositivos não podem mais durar um dia com carga total. 

Outra parte desse processo de envelhecimento é o aumento da resistência interna da bateria devido ao acúmulo de filme de eletrodo.

A resistência interna tem dois efeitos no desempenho. Maior resistência faz com que a tensão de saída caia durante um consumo de corrente alto (V = I2R, se você se lembra de suas lições de física). 

Leia também: Como carregar celular com entrada quebrada

Isso é conhecido como queda de tensão. Essa energia desperdiçada é então dissipada como calor, fazendo com que a bateria e outros componentes internos do telefone aqueçam, o que é ruim para o desempenho.

As CPUs são sensíveis à temperatura. Portanto, o controlador de gerenciamento de energia do telefone pode diminuir a velocidade do processador se o telefone ficar muito quente devido a uma bateria antiga.

 A CPU e a memória rodando em altas velocidades de clock também exigem mais corrente e, portanto, induzem uma queda de tensão mais alta. 

Leia também: Quanto custa arrumar entrada de carregador

Uma bateria muito antiga pode não ser capaz de fornecer a corrente necessária e uma tensão estável, o que significa deixar o celular lento ou arriscar erros de execução.

Na pior das hipóteses, uma falha na bateria pode causar problemas de energia suficientes em todo o sistema para que o telefone seja reiniciado.  A única solução para esse problema é substituir a bateria por uma nova. Ou então levar o celular para assistência técnica.

 

Celular lento – Memória com falha

Além de baterias antigas, a memória flash e a RAM também sofrem com os efeitos do tempo. 

A memória flash é classificada com um número máximo de ciclos de gravação. Isso ocorre porque os processos da memória causam uma deterioração da camada de óxido que prende os elétrons em uma célula de memória flash NAND, tornando-os inadequados. 

Assim como as baterias, a capacidade de memória diminui com o tempo. Isso certamente não ajuda com o problema de fragmentação mencionado acima e aumenta o número de erros à medida que o tempo passa, o que diminui a velocidade da memória da perspectiva do usuário.

Enfim, a vida útil da sua memória dependerá da quantidade de novos dados que você salvar.

 

Celular lento – Atualizações de Sistema operacional e aplicativos

Outra teoria muito comum para celular lento é que sistemas operacionais como Android e iOS, bem como os aplicativos executados neles, se tornam mais pesados ​​à medida que são atualizados continuamente. 

Portanto, nossos smartphones antigos com hardware datado lutam para acompanhar o ritmo.

É possível que alguns aplicativos se tornem mais exigentes ao longo do tempo à medida que mais recursos são adicionados. 

O Facebook está definitivamente mais inchado do que há cinco anos. No entanto, a maioria dos aplicativos consome apenas dezenas ou centenas de MBs de RAM, em vez de GBs. 

A maioria dos aplicativos também é projetada tendo em vista a duração da bateria, e não o desempenho máximo, porque os consumidores provavelmente removerão os que mais consomem a bateria.

Em todo caso, se tiver algum problema com celular lento, tem um lugar certo para levar seu smartphone: AKIRATEK.

 

Akiratek: o melhor lugar para você levar o celular lento

Se você está com celular lento, talvez a solução seja levar em uma assistência técnica.

Mas precisa ser uma que tenha atendimento rápido, que ofereça garantia e que tenha os melhores profissionais do mercado, além de ótimo custo benefício.

E esta empresa é a AKIRATEK! Então vamos ver onde podemos encontrar as lojas da AKIRATEK.

 

Celular lento: Onde encontrar Akiratek em Porto Alegre

  • No Carrefour do Partenon, na Rua Albion, 111;
  • No Carrefour Passo d’Areia, na Avenida Plínio Brasil Milano, 2343.

 

Celular lento: Onde encontrar Akiratek em Canoas

  • Loja CNS – Carrefour Canoas: Rua Mathias Velho, nº 555, bairro Mathias Velho.

 

Celular lento: Onde encontrar Akiratek em Gravataí

  • Loja GRV – Carrefour Gravataí: Avenida Dorival Cândido Luz de Oliveira, nº 165, Bairro Cohab. 

 

Celular lento: Onde encontrar Akiratek em Caxias do Sul

  • Loja CXS – Carrefour Caxias do Sul: Rodovia RS 122 km, 12.5 km, lt2, Qd 2401, bairro Distrito Industrial.

 

Celular lento: Onde encontrar Akiratek em Santa Maria

  • Loja SMA – Carrefour Santa Maria: Avenida Rio Branco, nº 732, Centro.

 

Então não se esqueça, se você estiver com celular lento, ou qualquer outro problema, ou de qualquer marca, onde quer que você esteja, fale com a AKIRATEK.

  

 

Se você tem um iPhone, é bom se certificar em utilizar o carregador original, para assim não vir a ter problemas futuros.Espere aí, você não sabe como reconhecer o carregador original do iPhone? Então continue lendo este artigo, pois eu tenho certeza que ele vai te interessar.

Quando temos um aparelho que requer certo investimento, como um iPhone que, convenhamos, não é dos celulares mais baratos do mercado, temos que ter um cuidado especial.

Afinal de contas, o dinheiro não cai do céu, e nosso momento atual no país não é propício a esbanjamentos, então temos que cuidar bem do que temos.

E, este cuidar envolve diversas coisas, como por exemplo, higienizar celular com frequência, atualizar o sistema operacional sempre que possível, e usar sempre carregador original no celular.

E, dentre todas estas providências, podemos dizer que esta última é a mais sensível e geralmente a mais ignorada.

“Carregador é tudo igual”

Você já deve ter ouvido esta frase antes. Quando falamos com alguém da importância de utilizar carregador original para nossos aparelhos, alguém aparece e fala “mas carregador é tudo igual”.

E ainda tentam nos justificar dizendo que as empresas mentem, pois elas afirmam que é para utilizarmos carregadores originais apenas para eles faturarem mais.

Como se realmente a venda de carregadores influenciasse no faturamento da Apple. Devemos usar carregadores originais por um motivo.

E é isto que nós veremos a seguir. E depois, vamos apontar como saber se o carregador do seu iPhone é original.

 

Carregador Original: Porque você sempre deveria utilizar o carregador original do seu iPhone

 

Imagine este cenário: você está prestes a viajar e está terminando de fazer as malas. 

O seu iPhone está carregando nas últimas duas horas. Você vê que tem apenas 20% de bateria sobrando. Isso não pode estar certo!

Você acessa a única loja de produtos eletrônicos em sua vizinhança e descobre que eles não carregam o carregador original do iPhone em seu telefone, mas eles têm alternativas que funcionam bem. 

Você liga para um amigo e ele diz que ouviu que você precisa usar o carregador original do iPhone para evitar o risco de danificá-lo. Quem está dizendo a verdade?

Esta é uma situação mais comum que você imagina, mas conhecendo um pouco sobre circuitos elétricos, você vai perceber que usar o carregador original do seu celular é sempre a melhor opção.

 

Simplificando circuitos elétricos

No nível elétrico, os circuitos integrados são simples. Certa quantidade de voltagem e amperagem chega, e um vídeo de gato ou uma mensagem do WhatsApp sai. 

A eletricidade passa por um monte de circuitos que foram construídos especificamente para que eles possam lidar com essas tarefas naquela voltagem e nessa amperagem. 

Se muita voltagem entrar, alguns dos circuitos podem encurtar e sofrer danos permanentes. 

Por outro lado, com pouca amperagem, o circuito não será capaz de manter sua corrente, então o dispositivo deixará de funcionar temporariamente até conseguir o suficiente.

A tensão é basicamente como a pressão da água. Aplique muita pressão em um tubo e ele explodirá. 

A amperagem é semelhante à quantidade de água que flui através dos tubos a qualquer momento. Se você não tiver água suficiente, ela não chegará ao seu destino e cumprirá sua tarefa. É bastante simples mas é o que basta para saber porque você deve usar o carregador original.

Um carregador precisa ter duas coisas:

  • A quantidade exata de saída de tensão que o telefone precisa;
  • Um nível de amperagem que excede o que o telefone precisa para operar, de modo que possa armazenar o excesso de corrente na bateria. 

 

Mas, porque devemos usar sempre o carregador original do iPhone?

Se o seu telefone tiver uma garantia que declara especificamente que você não pode usar outra coisa senão o carregador oficial (e isso geralmente acontece porque eles usam uma tensão muito particular para carregar o dispositivo), você nunca deve usar um genérico nele. 

Você raramente encontrará telefones que carregam com algo diferente da especificação de cinco volts e uma amperagem acima de 2,1. Mas é melhor prevenir do que remediar.

Os carregadores originais da Apple e cabos USB regulam a voltagem e a corrente para um nível que protege o seu iPhone e evita danos.

 

Carregar seu iPhone usando um carregador de terceiros ou um cabo USB que não regule tanto isso, permite grandes variáveis ​​em tensão e corrente, isso danifica o seu celular e podendo leva-lo a explosões e outros danos permanentes.

Afinal, os carregadores da Apple também passam por teste rigorosos de tensão, o que certamente aquele carregador barato que você não passou. Mas agora fica a dúvida, como saber se o carregador do iPhone é original?

Carregador original do iPhone: Como identificar um?

Pinos do plug

Verifique se há pelo menos 9,5 mm entre os pinos e a borda do carregador (aproximadamente a largura de uma caneta esferográfica). 

Se a distância entre a extremidade dos pinos e a extremidade do carregador for inferior a 9,5 mm, existe o risco de choque elétrico ao conectar e desconectar.

Se o carregador não se conecta facilmente, os pinos podem ter tamanho ou comprimento incorretos, ou a distância entre os pinos pode estar errada. 

Se os pinos não se encaixarem corretamente poderá ocorrer superaquecimento, arco elétrico e danos mecânicos, o que pode ser perigoso.

 

Marcações

Procure por um nome de marca ou logotipo da Apple, modelo e número de lote. 

Verifique se as classificações de tensão e corrente de saída marcadas no carregador e no seu dispositivo são as mesmas.

Mas, cuidado, marcas podem ser falsificadas também. Você pode tomar outros cuidados.

 

Outras maneiras de identificar o carregador original do iPhone

  • Veja se não existe erros de gramática nos produtos;
  • Carregadores falsos possuem imperfeições, e nãos são uniformes como os originais;
  • Os falsos são mais leves pois possuem menos componentes de segurança. Os carregadores originais do iPhone são mais pesados;
  • A porta USB de um carregador falsificado pode estar de cabeça para baixo ou em um local diferente. Um carregador genuíno também terá um número de série na parte de trás da porta USB.

Agora que você já sabe identificar o carregador original do iPhone, vai precisar conhecer um lugar para levar seu celular quando ele tiver algum problema. E nós sabemos o lugar certo: AKIRATEK.

AKIRATEK: O lugar certo para você levar seu iPhone

Quem tem um iPhone cuida bem. Mas nenhum cuidado está completo se não tiver uma assistência técnica competente e de confiança ara arrumar qualquer problema com seu smartphone.

E a AKIRATEK é a idela para você. Com 40 anos de experiência no mercado de eletroeletrônicos, ela é especializadas em smartphones e tablets.

E tem uma equipe de profissionais capacitados que se atualizam constantemente, além de trabalhar apenas com peças pré testadas e oferecer garantia em cima de todo e qualquer reparo.

Sem falar no atendimento mais rápido que você já viu! Na AKIRATEK, você não fica na mão. 

E para saber onde você pode encontrar a AKIRATEK para consertar o seu iPhone, é muito fácil, só continue lendo!

 

Carregador original: Onde consertar celular iPhone em Porto Alegre

  • No Carrefour do Partenon, na Rua Albion, 111;
  • No Carrefour Passo d’Areia, na Avenida Plínio Brasil Milano, 2343.

 

Carregador original: Onde consertar celular iPhone em Canoas

  • Loja CNS – Carrefour Canoas: Rua Mathias Velho, nº 555, bairro Mathias Velho.

 

Carregador original: Onde consertar celular iPhone em Gravataí

  • Loja GRV – Carrefour Gravataí: Avenida Dorival Cândido Luz de Oliveira, nº 165, Bairro Cohab. 

 

Carregador original: Onde consertar celular iPhone em Caxias do Sul

Loja CXS – Carrefour Caxias do Sul: Rodovia RS 122 km, 12.5 km, lt2, Qd 2401, bairro Distrito Industrial.

 

Carregador original: Onde consertar celular iPhone em Santa Maria

  • Loja SMA – Carrefour Santa Maria: Avenida Rio Branco, nº 732, Centro.

 

E, se você estiver em qualquer lugar do Brasil, e precisa consertar seu iPhone, não tem problema, é só entrar no site da AKIRATEK e fazer um orçamento grátis.

Porque além e usar sempre carregadores originais, é bom sempre ter a AKIRATEK do seu lado!

 

O fone de ouvido é algo que geralmente dá problemas, mas não apenas ele. Por vezes, temos problemas com a entrada do fone de ouvido. E aí fica a dúvida: quanto custa para arrumar.

É bastante decepcionante o fone de ouvido não estar funcionando. Você vai sair na rua para ouvir sua música e podcast, e nada de funcionar.

Você respira fundo e pensa “Tudo bem”, até porque você é uma pessoa calma, equilibrada e que não perde a paciência facilmente.

Então vai até sua gaveta e pega outro fone de ouvido, que por acaso você tem de reserva. Prepara-se para sair, pega suas coisas, arruma o iPhone para tocar sua música ou podcast favorito e nada. De novo.

“Ok”, você pensa, “é como furar dois pneus do carro. Improvável que aconteça, mas acontece” som toda a serenidade, você não se abala. Está acima destas coisas pequenas. 

E também sabe que no caminho tem uma loja para comprar fone de ouvido. Você passa lá e compra um novo. Pronto! Agora seus problemas acabaram! 

Agora vai poder finalmente ouvir sua música ou podcasts tranquilamente quando de repente…

Ele não funciona! De novo! Mas como pode! Você acabou de comprar um fone novo!

Antes que você perca a paciência e arremesse longe seu celular (não faça isso) saiba que o problema possivelmente nunca esteve no fone de ouvido, em primeiro lugar, mas sim na entrada.

 

Fone de ouvido: quanto custa para consertar?

Sim, exatamente isso que aconteceu. A entrada do fone de ouvido foi danificada. Por isso que você está aí, sem ouvir músicas nem podcasts.

Mas a pergunta é, quanto custa consertar a entrada do fone de ouvido?

Os preços variam bastante, e podem ir de R$ 150 a R$ 500, dependendo do modelo do telefone.

Mas fica uma questão bem interessante: onde consertar a entrada de fone de ouvido?

Isto nós falaremos ao final do artigo, por isso é de suma importância que você continue lendo.

Vamos ver agora então quais os problemas – e as soluções caseiras, que você pode tomar se a entrada do fone de ouvido do iPhone não estiver funcionando.

Fone de ouvido: algumas soluções simples se a entrada do fone de ouvido não estiver funcionando

Tenha certeza que não é o seu fone que está quebrado

O primeiro é óbvio. É bem possível que não haja nada de errado com a entrada e que os fones de ouvido sejam o problema. 

Você pode verificar isso rapidamente apenas conectando-os a outro dispositivo. Isso não precisa necessariamente ser um smartphone. 

Um laptop, TV ou qualquer outro dispositivo que tenha o conector de 3,5 mm serve.

Se você não ouvir nenhum áudio ao usar seus fones de ouvido com um dispositivo diferente, encontrou a origem do problema.

 Basta substituir seus fones de ouvido e pronto. Se eles estão trabalhando bem com um dispositivo diferente, outra coisa é a culpa.

Também recomendamos conectar um par diferente de fones de ouvido ao smartphone antes de prosseguir. 

Embora seja raro, ainda há uma chance de seu par original não ser compatível com seu smartphone, mesmo que ele funcione com outros dispositivos.

Confira se o iPhone não está ligado a outro dispositivo via Bluetooth

Se seu iPhone estiver emparelhado com fones de ouvido sem fio, alto-falante ou qualquer outro dispositivo via Bluetooth, é possível que o fone de ouvido esteja desativado. 

Normalmente, quando você conecta seus fones de ouvido, o iPhone deve reconhecê-los e tudo deve funcionar como pretendido, independentemente das configurações de Bluetooth. 

No entanto, isso nem sempre é sempre o caso.

É uma solução rápida e fácil, pois tudo o que você precisa fazer é abrir o menu de configurações do iPhone, encontrar a opção Bluetooth e verificar se ela está ativada. 

Nesse caso, o smartphone provavelmente está emparelhado com um dos outros dispositivos que você tem em sua casa. 

Se esse for o problema, basta desligá-lo, conectar seus fones de ouvido e ver se isso resolve o problema. Se não, continuemos.

Limpe a entrada do fone de ouvido

Como você pode imaginar, muita poeira, bem como fiapos, podem penetrar na entrada do fone de ouvido ao longo do tempo. 

Isso pode ser a causa do problema, pois a sujeira pode realmente bloquear a conexão entre os fones de ouvido e o conector.

A primeira coisa que você deve fazer é simplesmente dar uma olhada na entrada para ver o quão sujo ele realmente está. 

Uma lanterna pode ser útil para isso. O próximo passo é tentar limpá-lo e esperar que isso resolva o problema. 

Há muitas maneiras diferentes de fazer isso, algumas das quais funcionam melhor que outras. 

Uma opção é simplesmente soprar na entrada de fone de ouvido, limpando pelo menos um pouco da poeira e do fiapo encontrados dentro dele.

Não use ar comprimido no iPhone, pois isso pode prejudicar suas partes internas.

Uma ótima opção é usar um cotonete. Empurre-o para dentro da entrada e gire-o um pouquinho para pegar o pó e a poeira. 

Tenha muito cuidado ao fazer isso, pois a última coisa que você quer fazer é causar mais danos ao dispositivo. 

Você também pode molhar o cotonete com álcool, mas certifique-se de não usar muito.

Depois de terminar, olhe novamente para a entrada para ver a quantidade de poeira que você conseguiu retirar. 

Se as coisas parecerem melhores, conecte seus fones de ouvido para verificar se tudo funciona como deveria agora. 

Cheque as configurações de áudio e reinicie o iPhone

Também há uma chance de que o problema não esteja na entrada do fone de ouvido, mas sim com as configurações de áudio do dispositivo.

 Se esse for o caso, você poderá resolvê-lo rapidamente. Basta abrir as configurações de áudio do iPhone e verificar o nível de volume, bem como quaisquer outras configurações que possam silenciar o som.

Se tudo parece estar em ordem, há outra correção simples que você pode tentar que está reiniciando seu iPhone. 

Isso às vezes pode resolver vários problemas relacionados ao smartphone e leva menos de um minuto para ser feito. Após isso, verifique se o problema ainda persiste.

Em todo caso, se nada disso funcionou, você vai precisar consertar a entrada do fone de ouvido do seu iPhone, mas onde?

A resposta é simples: AKIRATEK!

 

Akiratek: o lugar certo para consertar a entrada do fone de ouvido

E não apenas isso. Com a vasta experiência que a AKIRATEK tem em reparos de tablets e smartphone, quaisquer problemas que você possa vir a ter com seu iPhone, pode ter certeza que ela vai dar um jeito.

E entre o rol de reparos que a AKIRATEK faz, temos:

 

  • Trocas de tela e de bateria;
  • Recuperação de aparelhos molhados;
  • Aparelhos que não ligam mais ou ficam travados no logo;
  • Limpeza química;
  • Conserto de botões;
  • Recuperação de arquivo;
  • Realização de backup;
  • Problemas de áudio;
  • Instalação de aplicativo;
  • Aparelho reiniciando ou que não reconhece chip.

 

Entre outros. São ami de 75 serviços que a AKIRATEK executa, com excelente preço, garantia, além de do tempo de conserto mais rápido do mercado.

Mas onde podemos encontrar as lojas da AKIRATEK? É simples. Leia a seguir.

Fone de ouvido: Onde consertar iPhone em Porto Alegre
  • No Carrefour do Partenon, na Rua Albion, 111;
  • No Carrefour Passo d’Areia, na Avenida Plínio Brasil Milano, 2343.

 

Fone de ouvido: Onde consertar iPhone em Canoas
  • Loja CNS – Carrefour Canoas: Rua Mathias Velho, nº 555, bairro Mathias Velho.

 

Fone de ouvido: Onde consertar iPhone em Gravataí
  • Loja GRV – Carrefour Gravataí: Avenida Dorival Cândido Luz de Oliveira, nº 165, Bairro Cohab. 

 

Fone de ouvido: Onde consertar iPhone em Caxias do Sul

Loja CXS – Carrefour Caxias do Sul: Rodovia RS 122 km, 12.5 km, lt2, Qd 2401, bairro Distrito Industrial.

 

Fone de ouvido: Onde consertar iPhone em Santa Maria
  • Loja SMA – Carrefour Santa Maria: Avenida Rio Branco, nº 732, Centro.

 

 E mesmo se você não estiver no Rio Grande do Sul, não perca tempo! É só entrar no site da AKIRATEK e fazer um orçamento grátis.

 

Alto falante de celular é algo que, de tempos em tempos, dá problema. E ficar com aquele som rachado, estranho, é extremamente desconfortável.

Hoje em dia, nós não usamos o celular apenas para atender ligações, de fato, é isso que menos fazemos com ele.

Mandamos mensagens, acessamos e-mails, interagimos nas redes sociais, e, ouvimos muita música.

E não apenas com nossos fones de ouvido. Hoje, os alto falantes são tão avançados que por vezes prescindimos do uso de caixas acessórias.

Como arrumar alto falante de celular:  alto falante – indispensável no nosso cotidiano

E tudo isso sem recorrer a coisas como energia elétricas ou a CD´s – se é que alguém se lembra para que servem os CD´s hoje em dia.

E o melhor, podemos ouvir em qualquer lugar a qualquer hora, e os serviços de streaming disponibilizam milhões de músicas para você escolher à vontade.

Mas nem tudo são flores. Com o uso excessivo, os alto falantes podem dar problemas. E isso que vamos ver neste artigo: como arrumar alto falante de celular.

Veja também outras Assistências técnicas:

Assistência técnica em Porto Alegre – Zona Norte
Assistência técnica em Porto Alegre – Zona Sul
Assistência técnica em Porto Alegre – Zona Leste
Assistência técnica em Canoas
Assistência técnica em Gravataí
Assistência técnica em Caxias
Assistência técnica em Santa Maria

Uma breve história dos alto falantes

Os alto falantes percorreram um longo caminho desde que Ernst Siemens pateteou o primeiro modelo em 1877.

Já em 1890, Thomas Edison desenvolveu um tipo que se contraía como um diafragma que foi utilizado primeiramente para tirar fotos, mas que não alcançou grande sucesso.

O desenvolvimento sonoro também foi uma revolução para a indústria cinematográfica. O engenheiro Leon Gaumont posicionou alto falantes atrás da tela, que se moviam para trás e para frente, de acordo com a necessidade de cada cena.

Em 1919, ele patenteou o Gaumont Eglephone alto falante, que podia amplificar o som para uma população de 4.000 pessoas, equivalente à capacidade da Brixton Academy de Londres.

Já nos Estados Unidos, um alto falante movido à carvão foi usado pelo presidente Woodrow Wilson no seu discurso de posse.

Só que a voz do presidente não foi captada por microfones, mas sim por dois grandes chifres, como se fossem berrantes, suspensos acima de sua cabeça, e que poderiam levar sua voz a uma distância de mais de 1500 metros.

Já durante as duas guerras mundiais, o desenvolvimento de alto falantes estourou, pesquisadores como Kellog (que é mais conhecido pelo cereal) que fazia parte da General Eletric, e Wente, dos laboratórios Bell, começaram a desenvolver alto falantes eletrostáticos.

No meio da década de 30, surgiu o som estéreo, e em 1940 Walt Disney desenvolveu o premiado Fantasound.

Este sistema utilizava 3 canais de áudio e 54 falantes. Em pouco tempo os antigos gramofones começaram a ser substituídas pelos tweeters e woofers.

E o mercado de alto falantes se tornou cada vez mais voltado para a mobilidade. A Philips em 1965, com fitas compactas que utilizavam falantes monofônicos.

E a Tecnologia de redução de ruído da Dolby na década de 90 acabaram  por definir um padrão na indústria.

E hoje em dia, com os bluetooth e os alto falantes de celular, podemos ter esta tecnologia ao alcance da nossa mão.

Como o alto falante de celular funciona

Fica claro que o alto falante do celular é consideravelmente menor o que é encontrado na sua televisão ou no seu sistema de som.

Mas, apesar disso, eles não funcionam de forma muito diferente. Os alto falantes contêm uma bobina de metal chamada eletroímã. Ela cria um campo magnético sempre quando uma corrente elétrica passa.

Dentro do alto falante, o eletroímã está situado ao lado de um imã permanente cuja posição é fixa.

Quando a eletricidade passa através do eletroímã, ela é puxada e empurrada para longe do imã à medida que a direção do campo magnético muda.

Isto causa uma vibração para frente e para trás. O eletroímã é ligado a um cone feito de um material flexível que pode ser:

  • Tecido;
  • Plástico;

Este cone ajuda a amplificar as vibrações, bombeando as ondas sonoras no ar e, consequentemente, para dentro de nossos ouvidos.

A maioria dos celulares possui dois alto falantes. Por exemplo: o IPhone 8 tem um que fica na parte de baixo, do lado direito, enquanto o segundo fica no topo.

Mas aí você precisa olhar no manual do seu smartphone para saber onde fica o alto falante. Este é o primeiro passo para consertá-lo.

Como arrumar alto falante do celular

  • Ligue o alto falante: se você não conseguir ouvir ninguém durante uma ligação, verifique se o falante está habilitado. Se não estiver, clique nele;
  • Verifique o volume: se o alto falante estiver habilitado, talvez o volume esteja muito baixo. Pressione o volume para cima do seu celular. Ele costuma ficar no lado esquerdo na maioria dos smartphones;
  • Ajuste as configurações de som: alguns apps, com o facebook, por exemplo, permitem que você mute o som independente do volume principal. Então, regule no próprio aplicativo;
  • Cheque o volume da mídia que você está ouvindo;
  • Verifique se o não incomodar está ligado: se estiver, vá até as configurações e desabilite;
  • Confira se os fones não estão plugados: a maioria dos aparelhos desabilita o alto falante externo se os fones de ouvidos estiverem plugados;
  • Reinicie o seu aparelho: reiniciar vai dar uma “limpada” no seu celular, que pode eliminar qualquer problema que esteja acontecendo no seu celular;
  • Desligue o seu aparelho e ligue de novo: se reiniciar não der certo, seu celular pode ter algum problema técnico que vai ser preciso que você desligue e ligue de novo. Depois de fazer isto, faça o teste de som;
  • Retire e recoloque a bateria: nem todos os celulares têm baterias removíveis, mas se ela sair, retire a bateria para resetar o celular completamente;
  • Reinicie as suas configurações: antes que você vá leve para a assistência técnica, resete o celular parra o modo de fábrica. Desta forma qualquer problema ou software que estiver atrapalhando o seu alto falando será removido.

Como arrumar alto falante do celular: Limpando o alto falante

Comece passando um pano limpo, de preferência que esteja um pouco úmido, para retirar toda a poeira da superfície do alto falante do celular.

Tente sempre usar um pano que seja mais macio para para que o aparelho não acabe riscado. Esta maneira certa de como arrumar alto falante de celular

Limpe a capa traseira, depois de retirá-la. Após isso, remova a bateria e de uma limpada completa na sua parte interna.

Esta parte é importante, então faça com calma e cuidado. E limpe o celular todo, pois assim não o fizer, a poeira pode acabar voltando aos alto falantes.

Depois disso, trate de limpar, sempre com cuidado as entradas e as brechas do alto falante.

Neste momento, você vai retirar toda poeira que não foi retirada anteriormente.

A sujeira interna, na parte do alto falante, pode ocasionar mal funcionamento, ou causar distorções e ruídos no som.

Talvez você precise mesmo de um cotonete ou até de um palito de dente com um pouco de algodão na ponta. Repita o processo algumas vezes até que esteja totalmente limpo.

Depois de ter feito tudo isto, é hora de utilizar o álcool isopropílico. Além de ser facilmente encontrado, ele pode ser passado em aparelhos eletrônicos sem problemas.

Isto porque ele não possui água em sua composição, e evapora de forma rápida. Por isto não existe risco de causar oxidação no celular. Mas, obviamente, isso não quer dizer que você possa abusar.

Leia também:

Assistência técnica LG
Assistência técnica Motoro em Porto Alegre
Assistência técnica Samsung
Assistência técnica no Carrefour
Celular travando saiba como resolver
Como limpar a tela do Celular
Assistência de celular Asus

Mergulhe o algodão no álcool e coloque no palito e passe na brechas da grade do alto falante do celular, e nas suas cavidades.

Mas se você não conseguir arrumar alto falante de celular em casa, você pode enviar ele para AKIRATEK.

Com garantia, preços com qualidade e com bastante agilidade no reparo, a AKIRATEK possui uma equipe altamente qualificada para resolver qualquer problema com seu smartphone.

Para isso, entra no site e saiba mais sobre o que a AKIRATEK pode fazer para o seu celular quando ele te deixar na mão.

 

Você está lá, todo animadão para sair, prepara sua playlist e, de repente, o Moto G4 play não reconhece os fones de ouvido.

É realmente uma situação sui generis, por assim dizer. Como assim o smartphone não reconhece os fones de ouvido.

Para certas coisas que consideramos simples, o não funcionamento tende a ser bem irritante.

Curioso que, parece que quanto mais complicado é algo, mais ficamos “ok” quando tal coisa não funciona.

Mas, se é algo que consideramos básico e simples, tendemos a ficar mais frustrados e irritados. O caso do Moto G4 play que não reconhece fones de ouvido é um exemplo clássico disso.

Mas o que fazer neste caso? Que providência tomar? Bom. Neste artigo nós vamos falar disso. E muito mais.

Vamos citar também a assistência técnica que você tem que procurar não apenas quando o Moto G4 play não reconhece fones de ouvido, mas qualquer problema que seu smartphone venha a ter, não importando a marca que seja.

Então, o melhor que você pode fazer é continuar lendo para saber cada vez mais!

Moto G4 play não reconhece fones de ouvido: Por que isso acontece?

 

Existem alguns motivos pelos quais seu Moto G4 play não reconhece fones de ouvido.

Um deles, e possivelmente o mais prosaico de todos, é a sujeira.

Pois é. Com o tempo diversos detritos tendem a se acumular na sua entrada de fone de ouvido.

Aí, a comunicação do aparelho com o acessório fica deveras prejudicada. 

Isso acontece com frequência até porque nós levamos o celular a todos os lugares. E fiapos e outros tipos de sujeira acabam invariavelmente se alojando nas suas reentrâncias.

Bom, se for este caso, mesmo mal. A solução é mais simples. Tudo que você tem a fazer é passa uma agulha (mas com muito cuidado, por favor) ou um palito de dente na entrada de fone de ouvido.

Isso deve fazer que a sujeira que a sujeira que esteve lá seja removida. Repita o teste para ver se funcionou.

 

E quando não é sujeira?

Ainda existe ponto básico que merece ser lembrado. Antes de colocar qualquer coisa para limpar a sua entrada de fone de ouvido no smartphone, tente primeiro testar outros fones de ouvido, se possível.

Até porque ele pode ser um problema. Bom, s você já fez o teste, já limpou, está na hora de tentar mais alguma coisa.

Então reinicie o celular em modo de segurança. E fazer isso é muito simples. Tudo qu você tem a fazer dé apertar o botão de ligar/desligar por algum tempo.

Em breve, irá aparecer na sua tela uma mensagem coma opção desligar. Segurando esta opção mais alguns momentos, vai aparecer a mensagem de reinicialização em modo de segurança.

Então, uma vez que você esteja em modo de segurança, é só colocar o fone e ver se funciona. Se funcionar, você sabe que algum aplicativo que está causando o problema.

Aí o que fazer? Bem, é preciso ser um pouco “Sherlock Holmes” nesta situação. 

Comece por tentar se lembrar o que você instalou no seu celular antes do fone de ouvido der problema. Esta aí, provavelmente o malfadado aplicativo que impede que o acessório seja reconhecido.

 

A solução do aplicativo

Bom, como estamos falando em aplicativos, existe um que pode salvar os eu dia.  

Em qualquer versão do Android que você esteja utilizando, pode usar o Lesser Audio para ver se corrige os problemas quando o Moto G4 não reconhece fones de ouvido.

É só entrar no aplicativo e clicar na opção “Headphones” que provavelmente o problema será corrigido.

Mas, se nada disso der resultado, então o jeito é levar para a AKIRATEK, a melhor assistência técnica do Brasil.

Lá você vai poder consertar seu smartphone Moto G4 play e acabar de vez com este problema. 

Mas nós vamos falar da AKIRATEK mais a frente. Primeiro vamos fazer uma breve consideração sobre porque os fones de ouvidos USB-C não funcionam tão bem.

 

Moto G4 não reconhece fones de ouvido: Porque o fone de ouvido USB-C não funciona tão bem

Todas essas incompatibilidades parecem se resumir à maneira como cada fabricante de telefone implementou seu telefone, conector USB-C e fone de ouvido USB-C. 

O principal componente é se esse fone de ouvido possui um conversor DAC ou digital para analógico. Como o próprio nome indica, o DAC converte o áudio digital em áudio analógico.

A maioria dos fones de ouvido USB-C eles contam com DACs dentro do telefone para converter o sinal em analógico antes de enviá-lo para o fone de ouvido. 

Esses telefones tratam essencialmente a porta USB-C como um plug de 3,5 mm em forma de USB-C.

Obviamente, a maioria dos fabricantes de telefones não inclui conectores digitais USB-C com DACs. Por quê? Eu imagino que é o custo.

A parte frustrante disso tudo é a falta de uniformidade e lógica aqui. Embora o áudio analógico através de USB-C possa ser feito, na verdade não faz parte das especificações para fones de ouvido. 

Claro, pode ser conveniente, mas não é obrigatório, desculpe!

Para tornar esta situação ainda mais enlouquecedora, vários telefones só funcionam com o conector USB-C se você ativar o armazenamento USB no sistema operacional. 

Sim, totalmente intuitivo. Melhor ainda, você deve fazer isso toda vez que inserir o fone de ouvido para fazê-lo funcionar. Super prático, não é mesmo?

Bom, mas agora que já falamos sobre os problemas relativos ao fone de ouvido, temos que indicar o lugar certo para consertar seu celular.

 

Akiratek: o melhor lugar para quando o Moto G4 não reconhece fones de ouvido

E não apenas este problema, uma grande variedade de serviços a AKIRATEK oferece para você, como por exemplo:

  • Problemas de áudio;
  • Conserto de botões;
  • Configurações;
  • Aparelhos que não ligam mais 
  • Recuperação de arquivo
  • Quando o Moto G4 play não reconhece fones de ouvido;
  • Não reconhece chip;
  • Aparelho travado no logo;
  • Aplicação de películas.

E muito mais. Sem dizer que você conta com os melhores técnicos, altamente treinados, peças pré testadas e todos os consertos com garantia. 

E você ainda tem o atendimento mais rápido do mercado! Isso para você não ficar sem muito tempo sem o celular. Afinal, sabemos que isso é altamente inconveniente.

Então, vamos agora ver onde você pode encontrar as lojas da AKIRATEK:

Moto G4 play não reconhece fones de ouvido: Onde consertar celular Samsung em Porto Alegre

  • No Carrefour do Partenon, na Rua Albion, 111;
  • No Carrefour Passo d’Areia, na Avenida Plínio Brasil Milano, 2343.

Moto G4 play não reconhece fones de ouvido: Onde consertar celular Samsung em Canoas

  • Loja CNS – Carrefour Canoas: Rua Mathias Velho, nº 555, bairro Mathias Velho.

Moto G4 play não reconhece fones de ouvido: Onde consertar celular Samsung em Gravataí

  • Loja GRV – Carrefour Gravataí: Avenida Dorival Cândido Luz de Oliveira, nº 165, Bairro Cohab. 

Moto G4 play não reconhece fones de ouvido: Onde consertar celular Samsung em Caxias do Sul

Loja CXS – Carrefour Caxias do Sul: Rodovia RS 122 km, 12.5 km, lt2, Qd 2401, bairro Distrito Industrial.

Moto G4 play não reconhece fones de ouvido: Onde consertar celular Samsung em Santa Maria

  • Loja SMA – Carrefour Santa Maria: Avenida Rio Branco, nº 732, Centro.

 

Se o seu Moto G4 play não reconhece fones de ouvido e não estiver no estado do Rio Grande do Sul, é só entrar no site da AKIRATEK e fazer um orçamento grátis. Estaremos sempre lá para atendê-lo.

 

 

Os problemas com touch screen podem acontecer por alguns motivos. Mas quando pensamos neles, uma causa principal vem a cabeça.

É isto que você está pensando exatamente agora: quando deixamos cair no chão. 

Damos mecânicos, como no caso de quedas, podem de fato ser responsáveis pela maior parte dos problemas que ocasionados no touch screen.

Temos que somar a isso quando deixamos nossos aparelhos entrar em e contato com água.

Mas não são apenas estas causas que podem levar você a consertar touch screen do celular.

A questão é: quando você tem algum problema área, é melhor não dar uma de “McGyver” (referência muito velha?) e sair por aí tentando reparar sua tela sensível ao toque com uma linha e uma caixa de fósforos.

O ideal é ter um lugar que você confia, e que vai consertar touch screen do se celular rapidamente, sem problemas.

E nós temos este lugar para você: AKIRATEK. Mas nós falaremos dela mais à frente. Vamos primeiro entender mais sobre os problemas que o touch screen pode ter. Por isso é importante que você leia este artigo até o final.

 

Consertar touch screen: Problemas mais comuns que acontecem com o touch screen do celular

Touch screens são usadas em vários lugares, especialmente no maravilhoso mundo da tecnologia. 

Eles podem ser encontrados em computadores, como laptops com tablet, periféricos como iPods e também em smartphones, é claro, além de muitos outros lugares (alguém aí disse caixa eletrônico de banco?).

 Naturalmente, a tecnologia do touch screen é bastante delicada e pode enfrentar muitos problemas. 

Problemas comuns podem dificultar o uso dela ou impedir que ela funcione. Vamos citar alguns deles aqui.

Consertar touch screen: problemas com calibração

Touch screen possuem uma tecnologia que a faz capaz de detectar qual seção da tela está sendo tocada,  e então poder descobrir quais ações executar a partir daí. 

Uma tela devidamente calibrada garantirá que, se você tocar em uma parte da tela, ela registrará a pressão na área correta. 

Ocasionalmente, o touch screen pode perder sua calibração e pode não julgar a entrada do usuário corretamente, causando operações incorretas ou pode ter dificuldade em detectar o toque do usuário. 

Isso pode ser esporádico e requer que a tela seja recalibrada, o que geralmente pode ser feito pelo usuário a partir de uma ferramenta presente no smartphone.

Se você voltar com o telefone às definições de fábrica, é grande a chance de resolver este problema. Não se esqueça de salvar os seus dados antes.

Consertar touch screen: danos relativos à queda ou arranhões

Touch screens são inacreditavelmente sensíveis a danos. Isto é compreensível, visto que a tela precisa ter uma grande sensibilidade para “perceber” o toque humano.

E também ela entra em contato constante conosco, o que pode deixá-la em uma situação fragilizada às vezes.

Telas que não são protegidas, ou que são mal manejadas podem sofrer danos por riscos e arranhões (sim, estamos falando com você que costuma deixar o celular cair com frequência).

E este danos podem acabar afetando a precisão da tela e pode evitar que algumas partes dela sejam usáveis.

Imagine quando você deixa o celular cair no chão. Ele pode ficar cheio de rachaduras em uma parte da tela, inutilizando aquele setor completamente.

Por isso, tome cuidado para não deixar o seu celular cair, e preste atenção mesmo quando leva seu telefone no bolso.

Isso porque as chaves que você carrega junto são podem acabar riscando seu touchscreen, e acabar deixando ele absolutamente inutilizável. Moedas podem ter o mesmo efeito também.

Portanto, não custa nada ter um pouco de cuidado, para assim não ter que mandar consertar touch screen toda hora.

 

Consertar touch screen: Sujeira

Os touch screen não ficam danificados apenas com o contato constante que temos com ele.

Porém, não demora muito tempo, você pode começar a perceber que sujeira e até mesmo o próprio óleo da pele começa a se acumular na tela.

Mesmo em pequena quantidade, esta sujeira indesejável pode acabar prejudicando a precisão do touch screen do seu smartphone, levando ele a cometer falhas ou a funcionar incorretamente.

Se você acabar deixando a tela sem limpeza, os óleos e a sujeira vão acabar se infiltrando cada vez mais no celular, e acabar prejudicando os componentes internos.

Contudo, o problema principal é a quantidade de materiais estranhos que se acumula na tela. Este é apenas um dos motivos para você não comer usando smartphone.

É importante que você mantenha a touch screen do seu smartphone sempre limpo, de preferência com um pano de microfibra, como aqueles que são utilizados para limpar óculos, para que você não venha a ter maiores problemas com o touch screen.

Assim, você não permitirá que o problema se agrave, e vai conseguir usar seu smartphone tranquilamente.

 

Consertar touch screen: problemas no sistema

Por causa da natureza delicada dos touch screens, eles vão acabar dando defeito não importa o quanto você cuida deles.

Mesmo evitando que eles caiam no chão, ou limpando de forma regular, às vezes é fácil ser surpreendido por alguns outros tipos de problemas.

Erros relacionados à entrada de informações ou até mesmo problemas internos ao sistema podem deixá-lo sem responder suas ações.

Com o tempo, a calibração pode começar a falhar, o tempo de resposta pode ficar consideravelmente mais lento e se tornar errático e, até mesmo, a tela pode começar a registrar comandos que você não deu.

Não, não é nenhuma presença fantasmagórica que está agindo sobre seu telefone. Simplesmente, devido ao tempo de uso, a calibração começou a apresentar falhas.

Recalibrar e atualizar o sistema podem parecer soluções boas aqui, mas se todo hardware começar a apresentar falhas deste tipo, aí não tem jeito, você vai ter que mandar seu smartphone para uma assistência técnica. Mas qual?

A opção que nós damos para você neste acaso, para consertar touch screen de celular é bem simples: vá na AKIRATEK.

Akiratek: o lugar certo para consertar touch screen de smartphone

Somente na AKIRATEK você vai ter à sua disposição um serviço rápido e ágil, como melhor custo benefício do mercado.

Também, com uma equipe altamente especializada e treinada, com todas as peças previamente testadas e com garantia em todo reparo, não é de se surpreender que todo ano a AKIRATEK conquista milhares de novos clientes e amigos.

E não lá você não vai apenas consertar touch screen de seu celular. Diversos outros serviços são oferecidos pela AKIRATEK, como por exemplo: 

  • Limpeza química;
  • Aparelhos que não ligam mais;
  • Troca de tela e bateria;
  • Problema com wi-fi ou LCD;
  • Realização de backup;
  • Recuperação de arquivo;
  • Aplicação de películas.

E muito mais. Veja a seguir onde você pode encontrar as lojas da AKIRATEK:

Consertar touch screen: Onde encontrar Akiratek em Porto Alegre

  • No Carrefour do Partenon, na Rua Albion, 111;
  • No Carrefour Passo d’Areia, na Avenida Plínio Brasil Milano, 2343.

Consertar touch screen: Onde encontrar Akiratek em Canoas

  • Loja CNS – Carrefour Canoas: Rua Mathias Velho, nº 555, bairro Mathias Velho.

 

Consertar touch screen: Onde encontrar Akiratek em Gravataí

  • Loja GRV – Carrefour Gravataí: Avenida Dorival Cândido Luz de Oliveira, nº 165, Bairro Cohab. 

Consertar touch screen: Onde encontrar Akiratek em Caxias do Sul

  • Loja CXS – Carrefour Caxias do Sul: Rodovia RS 122 km, 12.5 km, lt2, Qd 2401, bairro Distrito Industrial.

 

Consertar touch screen: Onde encontrar Akiratek em Santa Maria

  • Loja SMA – Carrefour Santa Maria: Avenida Rio Branco, nº 732, Centro.

 

Então, se você precisar consertar touch screen do seu celular, ou tiver qualquer outro problema, e não mora no Rio Grande do Sul, é só entrar no site, e pedir um orçamento grátis que a AKIRATEK estará à prestes para atender você!

 

Ter um smartphone, especialmente um da qualidade (e de preço) de um iPhone, já suscita por si só maiores cuidados.

E não falo apenas de manutenção, ou evitar deixá-lo cair no chão, por mais que às vezes isso seja inevitável.

[é mportante manter a limpeza também. E saber como limpar o microfone iPhone também faz parte dsso.

Afinal de contas, algo que fica tão próximo de você – de sua boca, especificamente falando 0 tem que ser higienizado com frequência.

Pois, desta forma, evitamos pegar algums doenças causadas pelas bactérias existentes nos nossos aparelhos.

Então, vamos mostrar como limpar microfone iPhone de forma correta. E não apenas isso! Ao final, vamos mostrar qual é a assistência técnica que você deve procurar para consertar o sue iPhone caso venha a ter algum problema.

Como limpar microfone iPhone

Os iPhones vão a qualquer lugar conosco: para trabalhar, jantar, dormir, ir ao banheiro. 

É justo esperar que eles fiquem um pouco sujos de vez em quando. A maior parte de um iPhone é fácil de limpar, com apenas um pano de microfibra é possível dar conta do recado. 

Mas os alto-falantes e microfones são uma história totalmente diferente.

Para piorar as coisas, diferentemente de uma tela coberta por impressões digitais, se os alto-falantes ou microfones do iPhone ficarem muito sujos, eles realmente pararão de funcionar corretamente. 

Uma camada pesada de poeira, sujeira ou mesmo maquiagem bloqueia rapidamente o som que entra ou sai da grade, o que significa que sua música soa silenciosa e as pessoas não poderão ouvi-lo quando você ligar para elas ou mandar mensagens de voz.

Apesar de tudo que falam, os iPhones são na verdade peças bastante duráveis ​​de tecnologia. Eles geralmente podem suportar uma queda ocasional ou um pequeno respingo de água sem problemas. 

No entanto, os microfones e alto-falantes – localizados na parte frontal, inferior e traseira de um iPhone – ainda são bastante delicados. 

Eles precisam ser porque dependem de partes móveis para poderem trabalhar. Isso significa que é fácil causar danos a eles enquanto você tenta manter seu smartphone limpo.

A recomendação da Apple para limpar os alto-falantes é simplesmente “limpar a sujeira”. Parece bastante vago, não é mesmo? 

Felizmente, vamos mostrar exatamente como limpar microfone iPhone de 4 formas diferentes, para assim você escolher a maneira que mais lhe agrada.

Limpar microfone iPhone: o que fazer antes de começar

Isso pode parecer um pouco óbvio, mas, caso você não tenha pensado nisso, vamos dizer de qualquer maneira. Há algumas coisas que você deve fazer antes de começar a limpar qualquer parte do seu iPhone:

  • Desconecte todos os cabos;
  • Considere remover o protetor de tela;
  • Desligue o aparelho, é claro!

Além disso, é útil saber onde estão os três alto-falantes e microfones no seu iPhone. 

Cada uma delas é coberta por uma grade de metal que evita que a sujeira penetre no seu celular, mas também faz um excelente trabalho ao permitir que se acumule do lado de fora.

Há um na frente do seu iPhone, ao lado da câmera FaceTime. Há também uma série de orifícios circulares na parte inferior do iPhone e mais um ao lado da câmera na parte traseira. 

Você deve limpar periodicamente cada um desses alto-falantes e microfones.

 

Limpar microfone iPhone – Use uma escova de dentes, preferencialmente de cerdas mais macias

A primeira técnica para limpar os alto-falantes do iPhone é escová-los com um escova de cerdas macias, ou então um pincel. É necessário, porém, que você garanta absolutamente que a escova que você usa esteja limpa e seca. 

Se você usar um pincel, poderá cortar as cerdas em um comprimento menor, permitindo maior controle.

Ao escovar o alto-falante ou o microfone, esfregue a sujeira até a borda, permitindo que você jogue ela para fora. 

A sujeira seca pode demorar um pouco de trabalho para se soltar e se libertar, mas mantenha escovando e tente fazer isso de uma forma um pouco mais delicada.

 

Limpar microfone iPhone – Use uma fita adesiva

A fita adesiva foi projetada especificamente para evitar deixar resíduos de cola em qualquer superfície. 

Isso a torna uma ótima ferramenta para remover sujeira persistente do alto-falante ou microfone do iPhone. 

Dito isto, você ainda tem que fazer o procedimento de forma gentil porque, se alguma cola ficar presa, pode acabar tornando seu iPhone ainda mais sujo.

Recomendamos que você enrole um pedaço curto de fita em um cilindro,  com o lado adesivo voltado para fora e, em seguida, pressione ou coloque-o na grade do alto-falante ou do microfone. 

Se você notar que a fita acumula sujeira, troque-a imediatamente por uma pedaço de fita limpa para evitar colocar esses detritos de volta no microfone e no alto falante.

Limpar microfone iPhone – Use um palito de dente

Palitos de dente são ferramentas úteis na luta contra os alto-falantes sujos do iPhone. 

Mas, como em todo o resto, é preciso fazer de forma cuidadosa com eles, para que assim você não pressione demais a delicada grade.

Use a ponta de um palito para raspar suavemente ao longo do microfone e do alto falante, arrastando toda a sujeira para as bordas, onde você poderá removê-la com tranquilidade. 

Você deve ser capaz de aparar a maioria dos pedaços secos de sujeira, embora, se estiver com dificuldades, possa umedecer levemente a ponta do palito.

Use o palito para transferir a umidade para a sujeira e assim, fazer com que ela se solte com maior facilidade. 

No entanto, você deve ter muito cuidado ao introduzir líquidos no seu iPhone, pois é muito fácil que o líquido acabe entrando na parte interna do aparelho e causar danos permanentes.

 

Limpar microfone iPhone – Use ar comprimido

O ar comprimido, é uma ótima ferramenta para manter aparelhos limpos, principalmente nos lugares especialmente difíceis de alcançar, como embaixo do teclado, por exemplo. 

Dito isto, o ar comprimido é potencialmente prejudicial para o alto-falante ou microfone do iPhone. De fato, a Apple desaconselha o uso de ar comprimido.

Isso ocorre porque o ar comprimido é surpreendentemente forte e pode quebrar as partes móveis dentro dos alto-falantes e microfones. 

Muitos usuários usaram o ar comprimido ao acaso e descobriram que seus alto-falantes ou microfones pararam de funcionar completamente depois.

No entanto, se você ler as instruções na lata e usá-lo a uma distância adequada, é possível usar ar comprimido com segurança. 

Aconselhamos uma distância mínima absoluta de 20 centímetros. E sugerimos pulverizar o ar em ângulo, em vez de diretamente no alto-falante ou no microfone. 

Além disso, qualquer sujeira solta voará no ar; portanto, você deve cobrir os olhos antes utilizar o ar comprimido.

 

Bom, estas dicas podem ajudar você a limpar microfone iPhone. Mas, se você tiver algum problema mais sério, você precisa contar coma AKIRATEK.

 

Problemas com seu iPhone? Conte com a Akiratek!

Os 40 anos de experiência da AKIRATEK dão a ela experiência para trabalhar com celulares de todas as marca, resolvendo a mais variada gama de problemas.

Com profissionais altamente qualificados, e trabalhando apenas com peças pré testadas, a AKIRETEK oferece garantia em cima de todo serviço.

E sem dizer que com a AKIRATEK, não tem essa de ficar sem celular. Com o atendimento mais ágil do mercado, seu celular fica pronto em tempo recorde!

 Vamos ver então onde você pode encontrar as lojas da AKIRATEK!

 

Limpar microfone iPhone: Onde encontrar Akiratek em Porto Alegre

  • No Carrefour do Partenon, na Rua Albion, 111;
  • No Carrefour Passo d’Areia, na Avenida Plínio Brasil Milano, 2343.

 

Limpar microfone iPhone: Onde encontrar Akiratek em Canoas

  • Loja CNS – Carrefour Canoas: Rua Mathias Velho, nº 555, bairro Mathias Velho.

 

Limpar microfone iPhone: Onde encontrar Akiratek em Gravataí

  • Loja GRV – Carrefour Gravataí: Avenida Dorival Cândido Luz de Oliveira, nº 165, Bairro Cohab. 

 

Limpar microfone iPhone: Onde encontrar Akiratek em Caxias do Sul

  • Loja CXS – Carrefour Caxias do Sul: Rodovia RS 122 km, 12.5 km, lt2, Qd 2401, bairro Distrito Industrial.

Limpar microfone iPhone: Onde encontrar Akiratek em Santa Maria

  • Loja SMA – Carrefour Santa Maria: Avenida Rio Branco, nº 732, Centro.

 

Então não se esqueça, se precisar o seu iPhone precisar de conserto, ou de qualquer outra marca, em qualquer parte do país que você estiver, fale com a AKIRATEK.

  

 

  

 

 

Você já deve ter se perguntado isso antes: quando o celular quebra a tela tem conserto? E a isto responderemos neste artigo. Continue lendo para descobrir.

 

Derrubar celular é algo comum para muitos de nós. E não fazemos por  querer, mas simplesmente acontece.

E, de fato, é algo que é bastante irritante. Ele está tão presente junto de nós todo o dia, que por vezes até esquecemos sua presença. Neste momento é que derrubamos.

E ai fica aquela dúvida: O que fazer agora? Será que quando celular quebra tela tem solução?

Pois saiba que sim, tem! Para a sorte dos desastrados de todo país, quando o celular quebra tela tem conserto, pode ficar tranquilo.

Mas aí chega a outra pergunta – uma vez que sabemos onde consertar, onde deveremos fazer isso.

Porque não adianta também levar seu aparelho para qualquer lugar, é preciso levar para uma assistência técnica de competência, qualidade, que seja ágil e que resolva o seu problema a um preço justo.

É claro que estamos falando da AKIRATEK! A melhor assistência técnica do Brasil. Mas antes iremos falar mais sobre telas de celular. Continue lendo até o final para saber mais.

 

Celular quebra tela: o que acontece quando sua tela do celular quebra?

 

O telefone, quando cai, o faz certas vezes de forma caprichosa. Por vezes ele cai e gira e você sabe, antes mesmo de virar, que você acabou de quebrar a tela. 

O que fazer em seguida? O que resta fazer é avaliar os danos. Se você acabar descobrindo que a tela está absolutamente quebrada, com um milhão de rachaduras passando pela tela, é natural que você fique levemente desesperado. 

Então, vou em seguida falar algumas coisas que você deve saber que acontecem quando celular quebra tela. 

 

O problema com as lascas de vidro

Quando uma tela do telefone se quebra, ela cria pequenas lascas e fragmentos que acabam entrando no seu polegar. 

Isso fará com que seu humor vá de mal a pior, incrivelmente rápido. Você não apenas quebrou a tela do telefone, mas, nas próximas vezes que usá-lo, terminará com lascas de vidro nos dedos – que ótimo, não é mesmo?

É bastante doloroso e capaz de trazer de volta lembranças de ter lascas da infância quando brincava e inevitavelmente acabava se machucando.

Além disso, se você ainda usa um telefone celular para fazer chamadas de voz, pode acabar machucando o seu rosto e/ou seu ouvido com terríveis lascas.

 

Vai cometer certamente diversos erros na hora de digitar

Esse efeito varia dependendo da gravidade das rachaduras na tela. Se eles acontecerem exatamente onde as opções de correção automática são exibidas, digitar uma frase com as palavras adequadas se tornará muito mais difícil. 

É muito difícil ver qual palavra você está inserindo na frase, levando não apenas a muitas palavras com erros ortográficos, mas também a palavras incorretas. 

Isso leva a ser ridicularizado por seus amigos em conversas em grupo por sua incapacidade de compor uma mensagem coerente. Fazer o quê? 

Por isso para evitar cometer muitos erros na hora de escrever, é melhor consertar a tela rapidamente.

 

Menor capacidade de fluência em mídias sociais

Sejamos honestos, a maior parte do tempo que você gasta quando não está em sala de aula ou no trabalho (tá bom – vamos acreditar nisso) é ficar vagando nos feeds das mídias sociais. 

Uma tela de telefone quebrada não é propícia a esse hobby nacional. Não é apenas mais provável que você tenha mais lascas de vidro ao percorrer a linha do tempo do Instagram, mas é mais difícil descobrir todos os detalhes no perfil daquela pessoa que você anda, vamos dizer, “pesquisando”. 

 

Partes ausentes da tela

Se ter muitas rachaduras na tela não for ruim o suficiente, eventualmente pedaços de vidro começarão a cair fora da tela. Isso leva a muitas crateras pretas na superfície do seu telefone. 

As crateras pretas no seu telefone apenas ampliarão todos os problemas de uma tela quebrada e realmente impedirão o uso do seu telefone.

 Acredito que o momento adequado para substituir um telefone por uma tela quebrada é quando partes da tela começam a cair do telefone. Mas na verdade eu diria que você já devia ter consertado antes de deixar este momento chegar.

 

Recepção com toque ruim

As rachaduras na tela também diminuirão o desempenho da tela. Isso fará com que as entradas por toque sejam detectadas em áreas nas quais você claramente não tocou. 

Isso pode levar a um “like” acidental de tweets e imagens, o que geralmente é embaraçoso.

 

Você é visto de maneira diferente

Quando as pessoas veem uma pessoa com um telefone quebrado, elas veem uma pessoa imprudente, descuidada e desajeitada. 

Esse é, de longe, o pior efeito que uma tela quebrada do telefone tem sobre você. 

Não importa as lascas de vidro e a ortografia ruim, elas podem melhorar e melhorar com o tempo, mas sua imagem pública leva muito mais tempo para ser reparada.

 

Seu celular vai reduzir o tempo de vida útil

Alguns componentes internos vão acabar sendo prejudicados quando o seu celular quebra tela.

Eles são sensíveis e correm o risco de serem danificados. Por exemplo, quando alguma gota de água, por menor que seja, entra em contato com o smartphone.

Então, se você quer continuar usando seu smartphone por mais tempo, trate de consertá-lo agora mesmo.

 

Mas agora é hora de pensar: onde você deve levar o aparelho com a tela quebrada? O que fazer quando o celular quebra tela? É simples, vá na AKIRATEK! 

 Quando celular quebra tela, fale a Akiratek!

Fundada em 1979, especializada inicialmente em aparelhos da marca Sony, e acabou virando referência para consertos destes eletrônicos conforme os anos.

Hoje, já com 40 anos de experiência, e dezenas de milhares de clientes satisfeitos, ela é referência no conserto de celular das mais diversas marcas no mercado.

Com peças previamente testadas, de altíssima qualidade, e com garanta em todo reparo, pois somente a AKIRATEK possui a infraestrutura adequada para cobrir quaisquer defeitos de fabricação que a peça venha a ter.

E um dos maiores diferenciais é a agilidade. Com 90% dos atendimentos feitos na hora, somente na AKIRATEK você não vai ficar sem o seu smartphone.

Porque sabemos o quanto isso é desagradável, não é mesmo? Então, para um atendimento campeão, melhor custo benefício, os melhores profissionais do mercado, conte com a AKIRATEK!

Agora, vamos descobrir onde estão as lojas da AKIRATEK:

 

Celular quebra tela: Onde encontrar loja de conserto de celular em Porto Alegre

  • No Carrefour do Partenon, na Rua Albion, 111;
  • No Carrefour Passo d’Areia, na Avenida Plínio Brasil Milano, 2343.

 

Celular quebra tela: Onde encontrar loja de conserto de celular em Canoas

  • Loja CNS – Carrefour Canoas: Rua Mathias Velho, nº 555, bairro Mathias Velho.

 

Celular quebra tela: Onde encontrar loja de conserto de celular em Gravataí

  • Loja GRV – Carrefour Gravataí: Avenida Dorival Cândido Luz de Oliveira, nº 165, Bairro Cohab. 

 

Celular quebra tela: Onde encontrar loja de conserto de celular em Caxias do Sul

Loja CXS – Carrefour Caxias do Sul: Rodovia RS 122 km, 12.5 km, lt2, Qd 2401, bairro Distrito Industrial.

 

Celular quebra tela: Onde encontrar loja de conserto de celular em Santa Maria

  • Loja SMA – Carrefour Santa Maria: Avenida Rio Branco, nº 732, Centro.

 

E mesmo se seu celular quebra tela e não estiver no estado do Rio Grande do Sul, é só entrar no site da AKIRATEK e fazer um orçamento grátis.

Para qualquer problema que você tenha com seu smartphone, AKIRATEK